Nossa História | Colégio Emílio de Rousseau
Desenvolvendo e exercitando a maravilhosa experiência de ensinar

Nossa História

     A história do Colégio Emílio de Rousseau é fundamentalmente a repetição de tantas histórias de sucesso obtidas através de uma grande dose de crença somada a esforços de determinação pessoal, de convicção e busca incessante de um objetivo, que ao longo do tempo se transformou numa grande conquista.

     Tudo começou em 1985, quando a Sra Maria Helena (mãe da nossa atual Diretora), desprovida de meios financeiros suficientes para subsistência do lar, deixou-se levar pelos ideais de uma menina, sua filha mais velha, que tinha o sonho de ser professora.   Assim foi que, contando com parcos recursos, abriram uma “escolinha”, numa “sala de aula” improvisada (onde hoje funciona o fundamental), para receber e alfabetizar crianças da vizinhança. Alguns bancos e mesas improvisados com laminas de portas, um quadro negro feito em casa e a brincadeira da menina começou a dar certo.

     Com o passar do tempo, a experiência ia se desenvolvendo e a quantidade de alunos ia aumentando. A pequena sala de aula ficou ainda menor, já que o número de alunos havia aumentado e outra “sala de aula” teve que ser providenciada.

     Nesse momento houve a necessidade de dar um nome a “escolinha” e o nome escolhido foi “O PEQUENO APRENDIZ”, já que era assim que Denise via seus pequenos alunos. E essa conjunção de esperanças, determinação, trabalho constante e dedicação incondicional ao ideal de educação, ainda mais importante que um sonho, fazia com que, a cada ano o número de alunos crescesse. Assim foi necessário que a escola fosse crescendo também em termos estruturais e administrativos.

     Estamos no ano de 2000, a escola agora consolidada e estruturada tecnicamente, precisava de um nome mais compatível com os princípios adotados e executados pelo seu corpo docente. Nesse momento nasce o COLÉGIO EMÍLIO DE ROUSSEAU, cujo nome é uma singela homenagem a JEAN JAQUES ROUSSEAU, emérito educador consagrado, que além de outras qualidades, deixou para a humanidade seu maior legado através do livro “EMÍLIO OU DA EDUCAÇÃO”, um tratado de conceitos pedagógicos ainda vigentes.

     Atualmente, com 400 alunos, o Emílio é um colégio de porte pequeno, que mantem um número máximo de 20 alunos por sala (priorizando a possibilidade de um atendimento individualizado e de qualidade) e no momento não pretende expandir. Com um Corpo Docente competente e bem preparado, com estruturação técnica permanentemente atualizada, apoiado por dois sistemas pedagógicos de reconhecimento nacional e internacional, o Colégio Emílio de Rousseau, desponta como um pólo de ensino altamente categorizado.

     Graças a sua incessante atividade de aproveitamento dos mais avançados recursos da área pedagógica, o Colégio Emílio de Rousseau pode ombrear-se aos mais avançados estabelecimentos de ensino particular.